quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

Inveja: Conceito e Origem.

Inveja = Desgosto pelo bem alheio, desejo de possuir tudo que o outro têm( acompanhado de ódio pelo possuidor), sentimento de cobiça a vista da  felicidade de alguém, Inveja é um sentimento de aversão ao que o outro tem e a própria pessoa não tem. Este sentimento gera o desejo de ter exatamente o que a outra pessoa tem (pode ser tanto coisas materias como qualidades inerentes ao ser) e de tirar essa mesma coisa da pessoa, fazendo com que ela fique sem. É um sentimento gerado pelo egocentrismo e pela soberba de querer ser maior e melhor que todos, não podendo suportar que outrem seja melhor.A origem latina da palavra inveja é "invidere" que significa "não ver". Com o tempo essa definição foi perdendo o sentido e começado 
a ser usado ao lado da palavra
cobiça, que culminou então no sentido que temos hoje.

Os indivíduos disputam poder, riquezas e status, aqueles que possuem tais atributos sofrem do sentimento da inveja alheia dos que não possuem, que almejariam ter tais atributos. 
 A inveja seria, popularmente falando, a arma dos "incompetentes".
Numa outra perspectiva, a inveja também pode ser definida como uma vontade frustrada de possuir os atributos ou qualidades de um outro ser, pois aquele que deseja tais virtudes é incapaz de alcançá-la, seja pela incompetência e limitação física, seja pela intelectual.


A Inveja teve seu início desde o começo dos tempos, bem antes de Caim matar a Abel por Inveja  o própio Lúcifer sentiu inveja de Deus e almejava ser igual ou mais poderoso que ele . Como todos sabem Lúcifer era um anjo e um dos anjos mais esplendorosos, como pôde então um anjo criado pelas mãos de Deus ser dominado por orgulho e inveja?Lúcifer tinha tudo, era querubim da guarda ungido, cheio de sabedoria e formosura e andava no brilho das pedras, mas mesmo com todo poder e sabedoria não suportou a idéia que existia alguém superior a ele em todos os sentidos pois Deus possui atributos que não foi dado a nenhum outro ser, ele é Onipresente, Onisciente, Onipotente, além de ser superior e sem igual a Lúcifer tanto em sabedoria quanto em formosura. Deus recebia de todos os anjos "Louvores" ou seja reconhecimento, adoração, elogios, coisas que Lúcifer queria para ele, apesar de ter tudo ele não era louvado e nem adorado mas não deixava de ser reconhecido visto a posição de destaque onde estava.Tinha tudo mas o pouco que ele não tinha (pois Louvor e adoração são exclusivos a Deus, nenhum outro ser por mais esplendor que possua é digno de louvor e adoração , honra e glória), o fizeram deixar de olhar para tudo que possuía , para a posição de destaque que estava , para tudo que tinha recebido de Deus,  em outras palavras não se conformou com o que tinha, passando a desejar tudo que era de Deus e almejando  ser igual a  e  superior a ele, por isso inveja pode ser considerado sinônimo de cobiça , podemos então analisar que a Inveja não é um sentimento que habita apenas em pessoas que não alcançaram nada na vida e que não conseguiram status e destaque, pois Lúcifer tinha tudo isso, podemos ver também que uma pessoa que possui inveja dificilmente não possui também outros sentimentos destrutivos como o orgulho ou soberba.


continua...

Um comentário:

  1. Muito boa reflexão. Como psicóloga acrescento que tais sentimentos advém também de indivíduos possuidores de um transtorno de personalidade Narcisista, arrogante, podendo disfarçar tal personalidade, mas sua atitudes não o negam.

    ResponderExcluir